Ser Líder é Para Você?

Muitas pessoas iniciam suas carreiras profissionais pensando na evolução profissional, e em especial, como chegar num cargo de liderança. É fácil entender porque – ser líder significa acesso a melhores salários e benefícios, maior prestigio profissional e a possibilidade de crescer ainda mais dentro da organização. Se olharmos por este ponto de vista, porque alguém recusaria esta possibilidade?

No livro “O Seu Primeiro Emprego como Líder”*, Tacy Byham e Rich Wellins entrevistaram mais de 600 líderes em seu primeiro cargo de liderança, e quase todos concordaram que fazer esta transição foi um dos maiores desafios pelo qual passaram: mais difícil do que iniciar um casamento, tornar-se pai/mãe ou mudar de cidade/país. Alguns conseguiram ultrapassar este período desenvolvendo novas habilidades de liderança. Mas para muitos o conflito tinha como origem o fato de que não queriam verdadeiramente ser líderes.

Se existe a possibilidade de você ser convidado para assumir um primeiro cargo de liderança, ou deseja assumir esta posição em breve, ou já está num cargo de liderança, vale a pena você refletir nas perguntas abaixo para avaliar se tem realmente a motivação e o perfil para liderar:

  1. Sua motivação principal para liderar é ter poder sobre os outros ou assumir responsabilidade pela posição? Se for a primeira opção, então você não deveria querer ser líder. A busca do poder é geralmente alimentada por um desejo de ter controle sobre as pessoas, e não em servi-las. Líderes com estas características tendem a focar em seus interesses pessoais, e não nos da sua equipe ou organização.
  2. Você gosta de interagir e inspirar pessoas? Se sim, então você é um bom candidato. Grande parte do papel do líder e fazer com que as pessoas compreendam a importância do seu papel para alcançar os objetivos e a missão da organização, e desenvolvê-las para que consigam expressar todo o seu potencial no trabalho.
  3. Você tem humildade para aprender com os erros? A sua liderança expande e é reconhecida na medida em que você é capaz de aprender com os erros. Isso só é possível através da humildade, uma das qualidades mais importantes e esquecidas da liderança. Humildade tanto para receber um feedback difícil quanto para aceitar as próprias limitações. Líderes que desenvolveram um senso de humildade sabem que não precisam ter todas as respostas, pois o seu papel é apoiar e desafiar as pessoas de sua equipe a encontrar as melhores soluções.
  4. Você consegue se relacionar e tirar o melhor de pessoas com diferentes estilos e experiências? Um líder inseguro tende a olhar para os outros através de suas próprias crenças e padrões. Todos aqueles que não pensam ou se comportam como ele “estão errados”, e precisam ser corrigidos. No mundo corporativo atual saber gerenciar a diversidade de opiniões e ideias é fundamental para criar soluções inovadoras e robustas para problemas complexos. Para isso o líder precisa ter equilíbrio e maturidade emocional para saber lidar e tomar partido dos diferentes estilos das pessoas da sua equipe.
  5. Você está disposto a sacrificar o seu tempo? Grande parte do tempo do líder está envolvido em acompanhar as tarefas de sua equipe, ouvir problemas e sugerir possibilidades de ação. Quanto mais alto é o cargo, maior é o tempo dedicado a direcionar e motivar o trabalho de outras pessoas. Você está disposto a isso?
  6. Você se sente confortável em ter conversas difíceis? Como líder você não pode deixar de confrontar pessoas e situações que estão impactando negativamente o desempenho da empresa ou o clima de trabalho. Saiba que assumir esta responsabilidade é parte do papel do líder, e não pode ser delegado para outras pessoas. Se você tem grande necessidade de ser aceito ou gostado pelos outros, provavelmente ser líder não é para você.
  7. Você está disposto a se responsabilizar não apenas pelo seu desempenho, mas também pelo desempenho de sua equipe? Talvez este seja o maior desafio para um novo líder em seu processo de transição. Para o bem ou para o mal, todas as consequências das ações de seus subordinados serão creditadas à sua liderança. Isso vai exigir do líder resiliência para lidar com notícias ruins, determinação para quebrar velhos padrões de comportamentos e coragem para fazer mudanças.

Se depois de refletir sobre estas questões você descobrir que ser líder não é para você, não fique desmotivado ou se achando menos que os outros. Aceitar quem você é – suas características e qualidades únicas – é o primeiro passo para encontrar o trabalho e a posição que melhor se ajustam a você.

* Your First Leadership Job – How Catalyst Leaders Bring Out the Best in Others.

Veja também